Fabricante de pneus entra na luta contra Covid-19


Enquanto a pandemia da Covid-19 se mantém como um pesadelo ameaçando a vida da população do País, empresas de diferentes setores se engajam cada vez mais na luta para reduzir o impacto da doença sobre populações carentes e motoristas de caminhão – profissionais que continuam na ativa arriscando suas vidas.


Uma das empresas que também está promovendo ações sociais em razão da pandemia é o Prometeon Tyre Group (ex-Pirelli Industrial), fabricante de pneus para caminhões, ônibus e tratores, entre outros produtos. As ações estão sendo desenvolvidas nas cidades de Gravataí/RS e Santo André/SP, locais onde a empresa mantém unidades industriais.


Num primeiro momento, a ação se deu com a doação dispositivos médicos para uso pelos profissionais de saúde que atuam nos hospitais de campanha montados exclusivamente para o enfrentamento à Covid-19. Num segundo, a empresa doou 225 cestas básicas seguidas de mais  1.000 neste mês de julho e já se comprometeu a entregar mais 1.000 em agosto.


As cestas básicas são entregues diretamente ao Fundo Social de Solidariedade das prefeituras, as quais são encarregadas de entregá-las às populações carentes. Segundo informou a Prometeon,  cada cesta dá para alimentar uma família de quatro pessoas pelo período de um mês.


A diretora de recursos humanos da companhia, Fabiana Santana, destacou tanto os colaboradores quanto a empresa, que também sentem os efeitos causados pela pandemia, entraram de imediato na campanha para tentar ajudar as populações.


“Este espírito colaborativo se mostrou, mais uma vez, algo muito caro para todos nós da Prometeon. Tenho orgulho de ver o que estamos conseguindo fazer juntos para enfrentar esta crise”, completo Fabiana.


O CEO da Prometeon para as Américas, Eduardo Fonseca, disse que essa iniciativa teve como objetivo tentar retribuir, mesmo que em pequena parte, o que a Prometeon recebe diariamente das nossas comunidades de Santo André e Gravataí.


“As cidades, que nos acolheram há muitos anos, estão, assim como o restante do Brasil, lutando arduamente para superar esta pandemia causada pelo novo coronavírus”, completou o executivo.


Fonte: O Carreteiro

1 visualização0 comentário