Revista Eu Amo Caminhão: Projeto Carga Inviolável visa segurança do transportador


Roubo de cargas apresenta queda, mas cenário ainda é preocupante

Em 2020 foram registrados mais de 14 mil casos de roubos de cargas em rodovias brasileiras


O roubo de cargas teve uma queda de 23% em relação ao ano de 2019, mas o cenário ainda é preocupante. De acordo com pesquisa da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística - NTC&Logística, as 14.159 ocorrências geraram prejuízo da ordem de R$1,2 bilhão. A região Sudeste continua sendo a mais afetada, arcando com 81,33% das ocorrências. Em seguida, aparecem as regiões Sul, com 8,89%; Nordeste, com 6,66%; Centro-Oeste, 1,91%, e a região Norte, com 1,21%. Entre os produtos mais visados estão os gêneros alimentícios, cigarros, eletroeletrônicos, combustíveis, bebidas, artigos farmacêuticos, autopeças, defensivos agrícolas e têxteis e confecções.


DADOS NTC Produtos mais visados
.pdf
Download PDF • 720KB

O assessor de segurança da entidade e responsável pelo levantamento, coronel Paulo Roberto de Souza, afirma que a redução tem muito a ver com o investimento alto das empresas em tecnologias e medidas de segurança em suas operações, o que possibilita uma resposta mais rápida e ativa em relação às tentativas de delito, e, também, com o trabalho dos órgãos de segurança pública, que têm atuado com mais rigor no combate a esta modalidade criminosa.


DADOS NTC Evolução de ocorrências por re
.
Download • 674KB

“Os números do roubo de cargas no Brasil em 2020 reafirmam uma tendência de queda nesse delito ao longo dos três últimos anos. Isso se deve ao trabalho dos organismos policiais e aos grandes investimentos das transportadoras em tecnologias e processos de gerenciamento de riscos. Os números ainda são elevados, mas estamos no caminho certo no enfrentamento desse problema”, comenta Souza.


Considerado um dos mais graves problemas enfrentados pelo transporte rodoviário, o roubo de cargas, de 2015 a 2020, registrou 98.550 ocorrências, computando prejuízos de quase R$ 8,2 bilhões ao setor:


DADOS NTC Ocorrências e valores por regi
.
Download • 674KB

“Desde 2017, onde tivemos o maior número de ocorrências desde que nossa área de segurança vem monitorando, estamos acompanhando uma redução, e isso é positivo. No entanto, mesmo assim, estamos falando de milhares de roubos em todo o Brasil, e a NTC, juntamente com os órgãos públicos e privados vão continuar trabalhando para que esses crimes não aconteçam mais”, afirma o presidente da entidade, Francisco Pelucio.


Roubo de cargas no estado do Rio


DADOS NTC Evoluçao anual do roubo de car
.
Download • 674KB

Pesquisa divulgada pelo Instituto de Segurança Pública do estado do Rio de Janeiro – ISP-RJ também registrou queda. O indicador roubo de carga (397 casos) caiu 18% nos três primeiros meses deste ano na comparação com 2020. De acordo com o estudo do ISP, esta modalidade criminosa não foi afetada de forma determinante pela pandemia do coronavírus. Ou seja, as quedas consecutivas do indicador no ano passado não foram causadas somente pelo isolamento social para evitar a propagação da doença. No caso dos roubos de veículos, houve uma redução considerável logo nos dois primeiros meses de 2020 após a decretação do estado de emergência na área da saúde.


DADOS NTC Prejuízo com roubo de cargas
.p
Download P • 674KB

O ISP destaca que os dados divulgados são referentes aos registros de ocorrência lavrados nas delegacias de Polícia Civil do estado do Rio de Janeiro no mês de março. Os dados do indicador roubo de carga da referida pesquisa são: 1.111 casos no primeiro trimestre de 2021 e 397 em março. Na comparação com 2020, o indicador registrou redução de 18% em relação ao acumulado do ano e aumento de 9% em relação a março de 2020.


DADOS NTC Ocorrências de roubo de carga
.
Download • 714KB

O instituto também divulgou a evolução dos principais indicadores de criminalidade e atividade policial no estado do Rio de Janeiro de 2003 a 2020. O documento traz uma análise dos principais indicadores de criminalidade e de atividade policial do estado do Rio de Janeiro, desde 2003 até 2020. Além das séries históricas anuais, também são apresentadas as séries mensais. Em 2020, ocorreram 4.985 casos de roubo de carga, uma redução de 33,1% em relação ao ano anterior. Foi o menor valor observado nos últimos sete anos, apresentando patamares mais baixos do que o esperado durante quase todo o ano de 2020.


Programa de segurança Carga Inviolável


DADOS NTC Ocorrências de roubo de carga
.
Download • 714KB

Tema constantemente debatido, o roubo de cargas nas rodovias brasileiras é um problema antigo, que gera debates calorosos na busca por uma solução. Seus efeitos em cadeia resultam em uma acentuada perda de competitividade, com a transferência dos custos extras para a sociedade, através do preço final das mercadorias. E não é para menos: a cada uma hora dois caminhoneiros sofrem com assalto nas estradas. O medo é tamanho que muitos profissionais recusam viagens dependendo da rota de entrega.


DADOS NTC Prejuízo por regiões
.pdf
Download PDF • 674KB

Para enfrentar essa questão tão complexa, o empresário Roberto Nate, idealizador dos bem-sucedidos programas Carga Segura e Carga Blindada, lançou o Carga Inviolável, afastando a visão patronal e dando visibilidade e apoio aos condutores das mercadorias. É do convívio e da parceria com a Federação dos Caminhoneiros Autônomos de Cargas em Geral do Estado do Rio de Janeiro - FECAM-RJ, que nasceu a Associação Nacional de Transporte de Carga e Logística - ANTCL, entidade nacional de apoio ao setor de TRC, configurando a interação das partes envolvidas para o combate efetivo do roubo de cargas:


“Sua essência é beber na fonte de outros projetos, mas com o seu ideal na valorização e segurança do bem maior que se transporta nas estradas: a vida. O Carga Inviolável tem por obrigação firmar parcerias com autoridades de segurança, poderes governamentais e entidades do transporte de cargas e logística, distribuição e abastecimento, tendo como prioridade ouvir e atender às demandas antigas que só o caminhoneiro, que vive esta realidade na pele, pode expor e nortear todo o trabalho”, esclarece.


Dentre os principais pontos do projeto, Nate destaca a prevenção e o rastreio, na qual se prevê a distribuição de cartilhas preventivas e o rastreio para orientação dos motoristas e empresas sobre o combate ao roubo de cargas. O outro é o estruturamento de um sistema de mapeamento e de áreas de delito para otimizar a atuação através de tecnologia de ponta, e o terceiro, oferecer suporte para o combate aos delitos, assim como estrutura para as vítimas de roubo de cargas.


O Carga Inviolável também contará com a integração dos órgãos de segurança pública nas estradas municipais, estadual e federal, a participação de lideranças, de representantes dos caminhoneiros, órgãos públicos e entidades parceiras em reuniões do Conselho de Segurança do Transporte Rodoviário de Cargas do estado do Rio de Janeiro.


DADOS ISP SegurancaemNumeros2020
.pdf
Download PDF • 81KB

“Teremos ainda parcerias com empresas de tecnologia para solucionar e otimizar o combate ao roubo de cargas, atendendo velhas e repetidas demandas do setor dos caminhoneiros; convênios com entidades, representantes do setor de transporte rodoviário de cargas, logística, distribuição e abastecimento, e o principal, monitoramento e informação”, adianta Roberto Nate.


Conheça os principais pontos do projeto Carga Inviolável:

  • WhatsApp - criação de um grupo que reúna principais autoridades e lideranças competentes do setor de transporte rodoviário de cargas e do combate ao roubo de cargas;

  • Coleta de dados estatísticos semanais com disparo de boletins;

  • Boletins e cartilhas preventivas de consulta para gestores de riscos, caminhoneiros e apoiadores do projeto;

  • Apoio institucional na manutenção dos veículos utilizados no enfrentamento ao roubo de cargas;

  • Análise de dados quinzenal do Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro – ISP-RJ, com o oferecimento permanente do acompanhamento da mancha criminal;

  • posto de trabalho - atendimento 24 horas, incluindo feriados e fim de semana, para acionamento policial em tempo real.


Coordenação integrada

  • Georreferenciados - destaque para os locais de incidência, enfatizando o local do delito, data, hora, dia da semana, período do mês, valor estimado da perda, tipo de carga roubada etc.;

  • fórum de discussão - frequência de encontros mensais para a discussão de medidas de combate, avaliação das medidas aplicadas e balanço geral de atuação;

  • Ferramenta sistematizada - com informes de ocorrência de roubo de cargas, sendo o registro imediatamente disparado nos grupos;


Abrangência do projeto

  • Comissão do jovem caminhoneiro - criação de um grupo que lidere e ajude os jovens caminhoneiros a entrarem na profissão, aumentando, assim, a valorização do profissional;

  • Ponto de apoio ao caminhoneiro - com infraestrutura para o profissional trafegar com qualidade de vida, tendo banheiros, centro de convivência e alimentação acessíveis.


Contato

Telefone: 21-2221-1364

E-mail: cargainviolável@gmail.com

Site: www.euamocaminhoneiro.com.br/cargainviolavel


Fonte: Revista Eu Amo Caminhão