Revista Eu Amo Caminhão: Concurso Garota Eu Amo Caminhoneiro empodera o sexo feminino


Tradicionalmente focados na beleza física das competidoras, os concursos de beleza feminina existem desde a Grécia Antiga. Antes focado somente na estética, hoje é considerado um evento de empoderamento feminino. É a oportunidade de mostrar a garra, a força, a personalidade e o talento especial dessas belas mulheres.


E é assim que surge a ideia de promover o concurso Garota Eu Amo Caminhoneiro, num setor predominantemente masculino. Dados da pesquisa Perfil dos Caminhoneiros 2019, da Confederação Nacional do Transporte – CNT, apontam que apenas 0,5% são do sexo feminino, representando aproximadamente 10 mil mulheres no seguimento de transporte rodoviário de cargas, num universo de dois milhões de profissionais.


O Garota Eu Amo Caminhoneiro é um link de entretenimento dentro da revista, visando reunir belezas que representem o nicho em questão. Seu objetivo é lançar, após as primeiras publicações, uma competição entre as garotas das edições, com o público escolhendo a vencedora, que receberá um book elaborado a partir das melhores fotos, que ficará no site e na revista. A campeã também será agraciada com outros prêmios a serem divulgados futuramente, já incluso o ensaio fotográfico e o cachê por todas as fotos.


Para se inscrever, basta a candidata enviar fotos para o e-mail euamocaminhoneiro@gmail.com, que a equipe entrará em contato.


Elaine Cristina, a Garota Eu Amo Caminhoneiro

“Sou uma pessoa muito intensa e determinada; quando quero alguma coisa, vou à luta”. Assim se define a carioca Elaine Cristina Leal Oliveira, a mais nova Garota Eu Amo Caminhoneiro. Além de beleza, um corpo estrutural, distribuídos em 1,70 m de altura, tem simpatia e carisma de sobra, levando a conquistar, diariamente, novos admirados. Designe de unhas, modelo fotográfico, mãe de dois meninos – Mateus, de 10 anos, e Miguel, 6 -, nesta entrevista exclusiva, Elaine fala sobre o empoderamento e a capacidade das mulheres em conquistar seus sonhos.


Como você se define?

Sou uma pessoa muito intensa e determinada; quando quero alguma coisa, vou à luta.


O que significa ser Garota Eu Amo Caminhoneiro?

Neste período de pandemia de Covid-19, acredito ser a oportunidade de levar esperança e carinho aos caminhoneiros que estão nas estradas, se colocando em risco para abastecer nosso país.


A pesquisa Perfil dos Caminhoneiros 2019, da Confederação Nacional do Transporte - CNT aponta que apenas 5% dos profissionais são do sexo feminino. Para você, esse título empodera também essas mulheres?

Realmente são poucas as mulheres caminhoneiras, em comparação aos homens, mas a esperança de mudar isso cabe a cada uma de nós, batalhando contra esse preconceito. Lutando por respeito e melhorias em todos os segmentos da sociedade. Seja como motoristas de caminhões, como modelos fotográficas ou como donas de nossos lares. Por isso, acredito na importância desse ensaio, de mostrar que independente da forma como sejamos apresentadas, merecemos respeito e admiração.


E quais os requisitos para se receber este título?

O concurso oficial ainda será lançado, fui escolhida para dar a largada nesse projeto maravilhoso. Acredito que os principais requisitos que me trouxeram até aqui, como a Garota Eu Amo Caminhoneiro, é ser uma guerreira, determinada com muita intensidade e foco. Além, é claro da beleza.


Como foi sua preparação para as fotos? Precisou mudar a alimentação, deixando de lado alguma coisa que você adora comer?

Não mudei nada. Comecei agora a malhar na academia, mas sempre faço exercícios em casa e tenho uma alimentação saudável. Exercícios contam, no entanto, o importante é uma alimentação saudável, com legumes, verduras e esquecer refrigerante. Eu já cortei há muito tempo da minha vida, porque além de engordar, faz mal para a saúde.


Você pretende aproveitar essa oportunidade e se dedicar exclusivamente à carreira de modelo fotográfico?

Ser modelo fotográfico sempre foi o meu maior sonho. Desde adolescente sempre tive esse sonho, mas a vida dá algumas voltas e acaba mudando o rumo das coisas. Com o ensaio fotográfico, renasceu esse desejo, espero ter novas oportunidades a partir disso.


Quem é sua fonte de inspiração?

Maria Cereja, nome da marca de moda das irmãs Alice e Aline, pelo perfil de garra, guerreira e corpo magnífico.


Para terminar, que conselho você daria para as garotas que sonham trabalhar como modelo e/ou entrar para o mundo dos concursos de beleza?

Nunca desista de seus sonhos, persista sempre, pois uma hora ele chega. Tenha foco e creia no poder de Deus. Ser Garota Eu Amo Caminhoneiro aos 33 anos de idade é uma inspiração para todas as mulheres, até porque os 30 anos representam um marco na nossa maturidade e sabedoria, é quando estamos em nosso auge, pois acreditamos que somos dona do nosso destino.


Fonte: Revista Eu Amo Caminhão

12 visualizações0 comentário